Arquivos para Android

Robô controlado por voz via WiFi

4 04UTC abril 04UTC 2017 — 1 Comentário

Em meu último tutorial: Controle ativado por voz com Android e NodeMCU, exploramos como desenvolver nossa própria App em um smartphone Android para controlar localmente (usando botões ou voz) dispositivos domésticos inteligentes. Que tal agora, em vez de dispositivos domésticos controlarmos motores? E melhor ainda, que tal ter esses motores movendo um robô? Pois isso, é exatamente o que desenvolveremos aqui, um robô controlado por voz via WiFi e utilizando como microcontrolador nosso velho amigo, o NodeMCU!

O diagrama de blocos abaixo nos dá uma geral sobre o projeto que desenvolveremos aqui:

WiFi_Robot_Block_Diagram

e o filme nos mostra como ficará o projeto:

Por favor, considere que um de meus motores estava com muito pouco torque. Apesar de o resultado parecer estranho, o projeto funciona a contento. Assim que mudar o motor, atualizarei o vídeo. Obrigado.

Continue lendo…

Anúncios

Em meu último tutorial: Quando o IoT encontra a Inteligência Artificial: Automação residencial com Alexa e NodeMCU exploramos como equipamentos ativados por voz como o Amazon Echo-Dot utilizando-se de um serviço da web (como o “Alexa”) podem controlar “dispositivos inteligentes” em nossas casas. Neste novo tutorial faremos o mesmo,  porém  em vez de usar o Alexa desenvolveremos nossa própria App em um smartphone Android controlando, tanto com botões quanto por voz, nossos dispositivos domésticos.

O diagrama de blocos nos dá uma geral do que pretendemos desenvolver:

Block Diagram.jpg

e o filme nos mostra como ficará o projeto final:

Continue lendo…

 

Continue lendo…

Exploraremos como controlar servos via internet, utilizando-se o NodeMCU ESP12-E e o Blynk.

Continue lendo...

Como um dos vencedores do concurso “Robotics 2016” do Instructables, recebi como prêmio da empresa iRobot, um robô aspirador Roomba Create2. Neste post, vou contar um pouco de minhas primeiras aventuras com o garoto!

Continue lendo...

Neste projeto, vamos desarmar um carrinho de controle remoto, substituindo sua eletrônica por um microprocessador Arduino controlado por dispositivo Android.

Continue lendo...

A edição de maio da revista britânica MagPi publicou uma matéria muito legal sobre meu Projeto “Mars Rover Tupiniquin”. Para quem não conhece, a MagPi é a revista oficial do RapsberryPi. Você pode baixar grátis as edições da revista em PDF.

A edição de maio (45) pode ser baixada no link: https://raspberrypi.org/magpi-issues/MagPi45.pdf

Espero que gostem!

(A repórter trocou o meu nome por “Marcio”, mas está valendo! 😉

IMG_0471

IMG_0472

Não deixe de visitar e seguir minha página: MJRoBot.org no Facebook

Saludos desde el sur del mundo! 😉

Um abraço e obrigado

Marcelo

Esta é a segunda e última parte de um projeto mais complexo, que explora a potencialidade de um robô seguidor de linha. Nesta etapa, aplicaremos conceitos de inteligência artificial na exploração de labirintos, implementando algoritmos que nos ajudarão a encontrar o caminho da saída mais curto e rápido.

Continue lendo...

O braço robótico – Introdução

5 05UTC fevereiro 05UTC 2016 — 6 Comentários

O objetivo desse tutorial é desenvolver passo a passo um projeto para o controle e programação de um braço robótico, simulando as funções básicas de um robô industrial.

Especificações:

  • O robô deverá ter duas funções básicas:
    • Programa: gravar posições do braço em 3 dimensões
    • Run: executar o programa de trabalho (ou seja, executar em sequencia as posições gravadas na etapa de programa.
  • O robô executará o programa até que o comando de “abortar” seja utilizado.
  • O projeto deverá controlar robots de 3 ou 4 DOF (“Degrees of Freedom”).
  • O robô deverá ser controlado em modo “local” e “remoto” (via celular)
  • Durante o programa se poderá mudar o controle de “local” a “remoto” e vice-e-versa.
  • Deverá possuir sinalização tanto visual (LEDS e display) quanto sonora
  • Deverá possuir função de alarme acionado remotamente.

O projeto:

O diagrama abaixo mostra o “Bill of Material” que será utilizado no projeto:

Robot Arm Project diagram

Para o projeto, optarei pelo Arduino MEGA para não ter que me preocupar com o número de portas I/Os. O UNO funcionaria sem problemas, mas se deveria utilizar algum método de expansão de portas. Existem várias opções que podem ser facilmente encontradas na internet, como um decodificador 74138 por exemplo (veja o site: “Expandindo os I/Os do Arduino”).

Para a rede Bluetooth utilizarei o HC-06 (o qual explico em detalhes no tutorial “Conectando “coisas” através do Bluetooth”).

MJRoBot Arm Ctrl iconA app Android utilizado para o “modo  remoto”, foi desenvolvida utilizando-se a ferramenta  MIT appinventor2, uma plataforma tão poderosa quanto simples para esse tipo de app baseado no Android. No futuro pretendo explorar a criação de apps desse tipo aqui no Blog. Por enquanto, a app está disponível para ser baixada gratuitamante na loja da Google:  MJRoBot Arduino Arm Robot Control.

Os vídeos abaixo dão uma idéia de como deverá ficar o projeto final:

Primeiro protótipo sendo programado em “modo local”:

O robô programado de maneira remota via rede Bluetooth:

 

Nos próximos posts, detalharei os passos necessários para o desenvolvimento do projeto.

Como sempre, espero que este projeto ajude outras pessoas a encontrar seu caminho no apaixonante mundo da eletrônica, robótica e do IoT!

Não deixe de visitar e seguir minha página: MJRoBot.org no Facebook

“Saludos desde el sur del mundo!” 😉

Um abraço e até o próximo post!

Obrigado

Marcelo

FullSizeRender 23Em tempo: aproveito e deixo aqui um abraço para duas pessoas muito queridas, meu tio Ítalo que já não está aqui entre nós, que além de me ensinar a jogar Xadrez quando garoto, me deixou de presente essas peças que utilizei no vídeo. O outro abraço vai para o meu sogro Mathias, que muito carinhosamente presenteou-me com o tabuleiro e com as peças do jogo que haviam se perdido com o tempo (tudo feito por ele).

 

 

 

 

 

bluetooth-logo

Uma rede sem fio local (e pessoal) porreta é sem dúvida a Bluetooth (BT). Hoje em nosso dia-a-dia é comum encontrar-nos com celulares, aparelhos de som, cameras, etc., entrelaçados com a ajuda da famosa “luzinha azul”

No mundo do IoT e da automação em geral, é muito comum deparar-nos com controles remotos via celulares utilizando tecnologia BT. Isso é devido a 2 componentes básicos mas muito importantes:

  1. Plataforma de desenvolvimento para OS ANDROID
  2. Módulos BT baratos e acessíveis (Como por exemplo o HC-06)

Neste tutorial, vou desenvolver algumas idéias de como controlar as saídas de um Arduíno através de um celular de maneira a mover um Robot, acionar lâmpadas em uma casa, etc.

No mercado é comum encontrar módulos de BT 3.0  “Master-Slave” como o HC-05  e “Slaves” como o HC-06. Já mais recentemente, apareceram os HC-08 e HC-10 que trabalham com tecnologia BT 4.0 ou BLE (“Bluetooth Low Energy”). Os módulos BLE são os únicos que podem ser conectados a um Iphone, pois infelizmente a Apple não fornece suporte a ao BT 3.0.

Para os projetos discutidos aqui, usarei um HC-06 que é bem popular e barato (Bye, bye, Iphone, vamos de Android!). O Módulo é alimentado com 5V o que faz com que ele seja facilmente conectado a um Arduino

HC06 PinsUNO por exemplo, para receber e transmitir informações a outros dispositivos como um PC ou um telefone celular. Seus pinos de transmissão e recepção podem ser conectados diretamente ao UNO, não havendo a necessidade de se utilizar divisores de tensão como vimos no caso do ESP8266.

Na prática, o HC-06 deve ser ligado diretamente aos pinos 0 e 1 do Arduino (Serial):

  • HC06-Tx ao Arduino pin 0 (Rx)
  • HC06-Rx ao Arduino pin 1 (Tx)

Ao se usar a entrada serial por HW do UNO é muito importante lembrar-se que o HC-06 não pode estar fisicamente conectado aos pinos 0 e 1 durante a carga do programa, isso porque o USB também usa essa mesma serial.  Uma maneira simples de se contornar esse probleminha (se seu projeto não utiliza muitos GPIOs do UNO) é usar uma porta serial por SW através da library SoftwareSerial (a mesma que usamos no caso do ESP8266). Em nosso caso aqui, usaremos os pinos 10 e 11 do UNO (Tx, Rx respectivamente).

UNO-HC06

Continue lendo…